Menu

“Passo mais tempo de joelhos do que na internet”, diz vice-presidente dos EUA

15 AGO 2019
15 de Agosto de 2019
O vice-presidente dos Estados Unidos (EUA), Mike Pence, chamou atenção da mídia internacional nos últimos dias, após fazer algumas declarações com lições de fé. Em razão disso ele também foi criticado, por mais incrível que pareça, por dizer que é preciso orar também pelos inimigos.

“Como um crente cristão, somos cobrados a orar pelos nossos entes queridos, mas também oramos pelos nossos inimigos. Você tem muitas oportunidades na política para fazer isso”, disse o vice-presidente, após ser questionado sobre como reage aos seus inimigos.

“Não. Eu passo mais tempo de joelhos do que na internet”, completou Pence, sugerindo que não dedica muito tempo aos críticos da rede mundial de computadores. Para o vice-presidente dos EUA, o perdão também é uma prática que deve ser posta em prática pelos cristãos.

“O perdão é um grande presente, e eu e minha esposa literalmente tentamos perdoar as pessoas que podem falar mal de nós ou podem descaracterizar quem somos e o que é a nossa família”, destacou o vice-presidente.

Pence deu essas declarações ao ao CEO da ADF, Michael Farris, durante um evento realizado na última terça-feira (6), segundo informações do The Hill.

Mike Pence também comentou os recentes ataques a tiro que matou dezenas de pessoas no final de semana retrasado, também nos Estados Unidos. “Como todos os americanos, Karen e eu ficamos indignados e enojados com esses ataques bárbaros”, disse ele ao falar da sua esposa.

“Quando estou diante de vocês hoje, 31 pessoas morreram, 53 ficaram feridas e nossos corações se partem ao ver tantas vidas inocentes interrompidas por uma violência indescritível. O que aconteceu neste fim de semana foram atos de puro mal”, completou o vice-presidente.

Mike Pence rechaçou o surgimento de grupos radicais no seu país e disse que eles não serão tolerados. “O ódio não tem lugar na América, e as ideologias sinistras de racismo, intolerância e supremacia branca devem ser derrotadas”, concluiu.

As informações são do site Gospel Mais.
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!